Cuidado que regenera

Por Jacqueline Schein

15 de outubro, sexta-feira. Noite chuvosa, boa para umedecer a terra, deixando-a macia, feito bolo de fubá. 16 de outubro, sábado. De manhã o sol veio abraçar a gente, embora estivéssemos distantes uns dos outros, ele nos envolveu e nos encorajou. Formamos uma roda de apresentação e logo começamos a percorrer a praça, tentando ouvir o que tinha para nos contar. Com sua fala mansa, Andrea Pesek começou a descrever o projeto e mostrar como iríamos trabalhar.

Primeiro desmontamos a composteira que havia na praça e usamos o composto para adubar terra e plantas do local. A atividade do dia focou na proteção de um muro lateral e criação de novas biovaletas, para conter a água das chuvas, e de novos canteiros.

No começo da atividade éramos poucos. Mas, tal como uma festa, a vizinhança foi chegando devagarinho e, assim, muitas mãos juntas puderam cuidar da praça e de tudo o que nela está vivo, numa grande troca de energia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.